Manutenção preventiva estende vida útil dos portões automáticos

Home/Notícias/Manutenção preventiva estende vida útil dos portões automáticos

Empresas recebem maior número de chamados para consertos imediatos

 

Os portões automáticos cumprem o seu dever ao proporcionar segurança e conforto para os moradores. No entanto, como é uma das opções de entrada e saída do prédio, o bom uso desses instrumentos é imprescindível para evitar problemas e situações adversas, especialmente pelo fato de ser acionado diversas vezes ao dia.

No residencial Mariana, no bairro Centro, em Criciúma, existem três portões de garagem para atender aos moradores dos 36 apartamentos. “E estão funcionando direitinho”, confirma Marilete de Luca, que atua há nove anos como síndica no edifício. Há cerca de um ano e meio foi feita uma manutenção geral: os componentes eletrônicos dos portões foram trocados por modelos mais modernos. “Chamamos um profissional de confiança para verificar e vimos que o ideal seria substituir a placa. O custo não foi caro e garantiu que o bom funcionamento continuasse”, ressalta.

Mas o ato de buscar manutenção preventiva pode não ser uma rotina para todos os síndicos, destaca Daiane Teixeira, que trabalha em uma empresa de alarme residencial e automação, também no bairro Centro. Na empresa, a maioria das solicitações é para conserto imediato, especialmente quando acontecem descargas elétricas oriundas de trovoadas. “É muito comum termos um número maior de chamadas quando acontece este fenômeno. Se não, somos procurados apenas quando queima. Fazer manutenção geralmente não é um costume”, diz.

Daiane orienta que seria interessante que os síndicos buscassem um acompanhamento constante para evitar que problemas acontecessem, como lubrificar a corrente com o produto indicado para a marca e o modelo do motor. “Por exemplo, nos nossos motores é preciso passar desengripante, não pode ser graxa”, explica, lembrando que ter este cuidado é fundamental para o bom uso do portão.

Dicas
– Com o controle nas mãos, o morador pode optar por passar pelo portão da garagem para sair ou entrar no prédio, o que muitos acham mais prático no dia a dia. No entanto, escolher entrar pela portaria, e não pela garagem, aumenta a vida útil do portão eletrônico. Converse com os moradores sobre o assunto para evitar este possível desgaste do aparelho. Oriente também que é necessário esperar o ciclo completo (de abrir e fechar) para acionar novamente a abertura do portão.

– Procure um profissional ou uma empresa de confiança e busque fazer manutenções preventivas. É importante, por exemplo, verificar se o portão é compatível com o motor e com a frequência de uso pelos moradores, se as peças estão lubrificadas e se os cabos estão em boas condições.

– Em prol da segurança do condomínio, caso algum morador perca o controle do portão, é importante trocar o código de acesso. Converse com os condôminos sobre este quesito de segurança e agende com um profissional para fazer esta alteração, caso necessário.

Fonte: condominiosc.com.br

By | 2017-10-25T18:25:21+00:00 outubro 25th, 2017|Notícias|0 Comments

About the Author: