Devido a Pandemia do novo coronavírus, foi sancionada a lei  nº 14.010 de 10 de junho de 2020, prorrogando os mandatos dos síndicos que estavam para vencer a partir de 20 de março, até 30 de outubro, o que obriga os condomínios que estão nessa situação a realizarem as assembleias para eleger os novos síndicos.

Segundo a Aabic (Associação das Administradoras de Bens Imóveis  e Condomínios do Estado de SP), 8% dos condomínios que estenderam os mandatos neste ano, ainda não fizeram as suas convocações para realização das assembleias para eleição de nova gestão.

A falta de um representante pode ocasionar alguns contratempos, no que diz respeito principalmente em relação ao banco e movimentações financeiras. Outro problema é o certificado digital vencido, por exemplo. Uma vez que, sem ele não é possível enviar as informações para o eSocial.

As assembleias poderão ocorrer virtualmente, como vem sendo praticado durante a pandemia. No caso de ser presencial, deve-se respeitar todos os protocolos de segurança, como o distanciamento social, o uso obrigatório de máscara, o local deverá ser ao ar livre e arejado, recomenda que apenas compareça um representante por unidade, entre outras medidas protetivas.