Uma das premissas de Rafael Lauand é focar na correção de processos para que o condômino inadimplente tenha o jeito mais fácil de pagar a cota.

Na sua visão, os principais problemas de processo são:

acesso ao boleto/meio de envio do boleto
transparência: informar ao condômino quais despesas estão representadas naquela cota, por que ele paga, quais são os juros (1%) e a multa (2% ao mês) corretos no caso de atraso. Use nosso Modelo de Resumo do Mês para apresentar aos condôminos resultados da gestão e atualizá-los sobre as finanças.
flexibilidade na data de vencimento: esse é mais complicado de alterar, já que esta data consta da Convenção do condomínio e dificilmente é alterada. Lauand diz que está estudando meios alternativos, como cartão de crédito, para que os clientes possam pagar em dia ajustando ao seu próprio fluxo financeiro.
Ele comenta que, de todas as contas que as pessoas recebem para pagar, a cota de condomínio é a mais complexa de receber em muitos condomínios.

“A disponibilidade do boleto tem que ser maior, de acesso fácil. Há condomínios onde a única alternativa ainda é retirar na portaria mediante assinatura de protocolo”, exemplifica o sócio-fundador da LAR.app.

Além das tradicionais retirada na portaria e envio pelos Correios (com custo de impressão, manipulação e envio), atualmente já existem inúmeras maneiras de disponibilizar o boleto ao condômino sem custo:

e-mail
site da administradora
aplicativo
SMS
whatsapp
sistemas para envio de boletos

Rafael Lauand sempre pergunta aos seus condôminos, logo que começa a atendê-los, qual é o meio de preferência para receber o boleto e também para ser contatado.

A funcionalidade mais usada do app da administradora é justamente gerar o boleto. “Bastam dois cliques para pagar a cota condominial: copiar o código de barra e, na sequência, pagar diretamente no no app do banco. É outra experiência, não dá para comparar com o boleto físico”, explica Lauand, da LAR.app.

facilite o pagamento da cota

No método tradicional via portaria são 7 passos:

administradora envia boleto via malote para condomínio
porteiro entregar ao morador quando passar pela portaria
ou o morador lembrar que tem que retirar o boleto
retirar o boleto
assinar protocolo
abrir o boleto
abrir o app do celular
FINALMENTE pagar

A régua de cobrança da LAR.app funciona basicamente assim:

no dia do vencimento da cota, o morador é avisado a respeito pelo canal escolhido
se ficar em aberto, após 4 a 5 dias é feita uma cobrança por e-mail (parametrizável por cada condomínio)
a partir de 10 dias da cota em aberto, é feito contato por telefone para entender o que está acontecendo e ajudar o condômino na resolução
a partir de 60 dias o débito é passado para um escritório que faz cobrança extrajudicial ativa, sem custo para o condomínio
só depois, em último caso, é passado para a ação judicial.

“No telefonema, dependendo da situação e da percepção que tivermos sobre a gravidade do caso, alertamos o condomínio a respeito de uma possível necessidade de ajustes em seu planejamento financeiro”, explica Rafael Lauand.