Acompanhada de uma comunicação assertiva, a régua de cobrança amigável é uma das estratégias mais eficientes para combater a inadimplência no condomínio.

Ser síndico de um condomínio onde todos estão em dia com a taxa condominial é o sonho de qualquer gestor.

A composição da cota nada mais é do que o rateio das despesas previstas, já incluindo a inadimplência média. Ou seja, dificilmente sobre uma “gordurinha extra” na arrecadação.

Quando um condômino “fura” o pagamento da taxa, o empreendimento pode ter o pagamento das contas comprometido e as tão sonhadas benfeitorias, adiadas.

Além do desequilíbrio financeiro, a inadimplência costuma aborrecer bastante os condôminos pontuais, que não raro pressionam o síndico para “dar um jeito”, como protestar ou mover uma ação judicial.

No entanto, a prática mostra que estes não são os melhores caminhos. E é aí que entra a Régua de Cobrança Amigável.

Aliada a uma comunicação assertiva que deve deixar claro para o inadimplente que o intuito é ajudá-lo a ficar em dia com as cotas, essa ferramenta pode resolver grande parte dos casos de inadimplência no condomínio sem ter que partir para as esferas jurídicas – onerosas, desgastantes e demoradas.

Se o seu condomínio ainda não adotou a ferramenta, essa matéria é para você! Vamos te ensinar como criar a sua régua de cobrança amigável, implementar medidas que vão conscientizar seus condôminos e reduzir ao máximo a inadimplência na sua comunidade!